Bahia, 28 de Novembro de 2020
Por: A Gazeta Bahia
21/10/2020 - 07:29:25

A empresa de pesquisa Dataqualy Pesquisa de Marcado e Opinião, com sede em Salvador, encomendada pela oposição, para aplicar questionários de intenção de votos, em Eunápolis, já teve pesquisa impuganda pelo  Juiz da 47ª Zona Eleitoral, Ednaldo da Fonseca Rodrigues, da Zona Eleitoral, em Juazeiro, que por solicitação de uma coligação local, determinou  a imediata suspensão de uma  publicação do resultado da pesquisa  registrada sob o número BA-00299/2012, divulgada pelo site Bahia Notícias, sob pena de caracterização do crime mencionado no artigo 20 da Resolução n.º 23.364/2011 do Egrégio Tribunal Superior Eleitoral.

Conforme a decisão do magistrado a representação se deu, em razão de supostas irregularidades quando da realização da pesquisa, por inobservância do regramento existente na Resolução 23.364/2011, especialmente no que diz respeito à generalidade do plano amostral da pesquisa, que não indicaria os percentuais de sexo, faixa etária, nível econômico, grau de instrução ou região, utilizados na pesquisa. Alegou ainda, que a realização de tal pesquisa poderia levar o eleitor a erro, além de ser suspeita e sem valor, ante as irregularidades apontadas, requerendo, por fim, liminar para que seja impedida a sua realização e divulgação.

Quanto à pesquisa sob suspeita, aplicada em Eunápolis, e divulgada pelo site Políticalivre, nesta quarta-feira, 21, deverá ser impugnada pela Justiça, já que  a mesma apresenta uma série de irregularidades, apontadas por pesquisadores reconhecidos da Bahia, e com larga experiência no segmento da estatística.

Veja + Notícias/Geral