Bahia, 28 de Novembro de 2020
Por: Fernanda Aragão
05/05/2014 - 17:22:18

O vereador Marco Prisco (PSDB) foi transferido e permanece internado no Hospital de Base do Distrito Federal, em Brasília, na tarde deste domingo (4). Ele teve uma complicação cardíaca, que os médicos estão considerando como infarto– por seu histórico de problemas no coração – após ter sido ameaçado de morte no presídio da Papuda, em Brasília, onde ele está custodiado desde o último dia 18. Prisco teria denunciado uma tentativa de fuga de companheiros de prisão na noite deste sábado (3) e, por isso, teria sofrido a ameaça.

De acordo com seu advogado, Leonardo Mascarenhas, ele está internado em uma ala onde ficam outros presidiários e deve continuar na unidade, nas próximas 24 horas, para a realizar diversos exames. Mascarenhas não soube informar detalhes a respeito dos procedimentos que estão sendo realizados em Prisco pois, segundo ele, por segurança, advogados não podem acessar a área em que o vereador está internado. Ainda não há previsão de alta. De acordo com Fábio Brito, coordenador da Aspra – associação da qual o ex-policial é presidente – Prisco já fez cateterismo em 2012, durante sua campanha para verador, e precisou repetir o procedimento há seis meses.

O líder da greve da Polícia Militar cumpre prisão preventiva, com prazo de 90 dias, devido à ação penal ajuizada pelo Ministério Público Federal, em abril de 2013, por crimes contra a segurança nacional praticados durante a greve da Polícia Militar de 2012. O vereador também foi o líder do movimento que aconteceu na Bahia entre os dias 15 e 17 de abril.

Veja + Comentários do Tomás

INTERNAÇÃO DE PAULO DAPÉ

Culto e vigília para Paulo Dapé