Bahia, 08 de Maio de 2021
Por: agazetabahia
01/05/2021 - 15:57:09

Após o Tribunal de Justiça da Bahia através da desembargadora Maria de Fatima Carvalho determinar em sua decisão prolatada no último dia 29, a suspensão do ato administrativo do prefeito Jânio Natal que rescindiu o contrato com a Palmas Estacionamento Rotativo, que explora a Zona Azul naquele município, o prefeito contestou, e disse através de vídeo postado nas rede sociais que o Tribunal de Justiça da Bahia foi induzido a erro, e que o município vai recorrer imediatamente.

O prefeito Jânio Natal explicou que a Palmas obteve uma sentença através do TJ-BA, dando-lhe direito a retornar para Porto Seguro e fazer as cobranças dos estacionamentos.

Indignado com a decisão, o prefeito aconselhou a todos os munícipes a não pagarem a Zona Azul enquanto permanecer esse imbróglio na Justiça, até o município obter uma decisão justa. Finalizou, conclamando a todos que não efetuem os pagamentos e façam como ele, não paguem!

Veja o vídeo:

Veja + Notícias/Geral