Bahia, 04 de Março de 2021
Por: A Gazeta Bahia
15/01/2021 - 15:48:31

As indignações sobre o início da gestão do prefeito de Porto Seguro, Jânio Natal, não param de crescer. As insatisfações no setor empresarial com o começo do governo são latentes. O mesmo acontece, com os servidores públicos lotados na Secretaria de Saúde, onde as dúvidas predominam sobre o grau de conhecimento da secretaria Raíssa Soares, neste segmento, muito diferente, da iniciativa privada e dos atendimentos particulares.

O trade turístico, também busca entendimentos com o prefeito. Existem diversos pontos que necessitam de arrumações urgentes. O gestor precisa dar continuidade às campanhas para promoção do Turismo já divulgadas a nível nacional. A Secretaria de Turismo tem recursos, é necessário que os turistas saibam que a cidade está preparada para recebê-los, seguindo todos os protocolos. 

No entanto, ao invés de o gestor lapidar seus entendimentos com o Governo do Estado, buscou a indisposição, criando inicialmente, duros entraves. Isso é muito ruim para o setor.
Os revezes que Jânio sofreu na Justiça, demonstra certa imaturidade, próprio de gestor principiante. 

Outra questão que está gerando descontentamento e críticas, são os alardes que estão sendo criados por Jânio, sobre o concurso público realizado pela gestão anterior, realizado dentro dos mais severos critérios, por empresa de reconhecimento nacional, e o acompanhamento do início ao fim, pelo Ministério Público.
O concurso que ora, Jânio faz alardes, foi um dos fiscalizados da história. Portanto, essas insinuações do prefeito Jânio, são desconstruídas pela verdade nua e crua.

Tanto os aprovados, como as autoridades que estiveram nos observatórios do certame, são os verdadeiros juízes dessa celeuma infundada do novo prefeito, que de forma imatura, titubeia e patina no começo de seu governo, gerando certos receios no seio das comunidades.

 

Veja + Notícias/Geral