Bahia, 18 de Janeiro de 2021
JUSTIÇA / PRISÃO

Acusado de estupro, Jota Pereira se entrega, depois de permanecer foragido
O radialista esportivo, e treinador de futebol Marisjotenes Pereira Damião, conhecido como Jota Pereira, de 56 anos, se apresentou à Delegacia Territorial de Eunápolis, na tarde de terça-feira (12/01). Ele é acusado de estupro, assédio sexual e armazenamento de material pornográfico envolvendo criança ou adolescente.
Por: Radar 64
13/01/2021 - 08:45:17

O radialista esportivo, e treinador de futebol Marisjotenes Pereira Damião, conhecido como Jota Pereira, de 56 anos, se apresentou à Delegacia Territorial de Eunápolis, na tarde de terça-feira (12/01). Ele é acusado de estupro, assédio sexual e armazenamento de material pornográfico envolvendo criança ou adolescente.

Jota tinha prisão preventiva decretada pela 2ª Vara Criminal de Eunápolis, no início do segundo semestre de 2019. Pouco tempo antes, ele chegou a ser preso em flagrante, mas pagou fiança e foi liberado. Desde então, permanecia foragido.

Quando foi preso, em junho de 2019, o treinador já vinha sendo investigado há um ano por aliciamento de menores e abusos sexuais contra alunos e jogadores de futebol.

Na residência do acusado, os policiais apreenderam um celular, onde encontraram imagens dele abusando de um adolescente de 16 anos. Segundo o delegado Bernardo Pacheco, responsável pelo caso, Jota Pereira aproveitava-se da condição de professor e técnico de futebol para praticar os crimes.

Veja + Notícias/Geral