Bahia, 28 de Novembro de 2020
Por: Ascom - Cultura
24/10/2020 - 06:30:54

Integrando o Programa Aldir Blanc Bahia, os Prêmios de Preservação dos Bens Culturais Populares e Identitários da Bahia Emília Biancardi chegam aos seus últimos dias de inscrições. O período será encerrado na segunda-feira (26), às 23h59. Gerido pelo Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, o edital contempla nove categorias para premiação.  Serão recursos oriundos da Lei Aldir Blanc direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

Os  Prêmios de Preservação dos Bens Culturais Populares e Identitários da Bahia Emília Biancardi, fazem referência à prestigiada etnomusicóloga, professora, colecionadora e especialista nas manifestações tradicionais da Bahia, hoje com 88 anos de idade e uma inestimável contribuição para a cultura baiana. A premiação irá contemplar propostas nas seguintes categorias: Mestres e Mestras da Cultura Popular; Danças e Folguedos; Cordelista, Repentista e Poeta Popular; Artesanato baiano; Matrizes do samba da Bahia; Africanidades; Identidades; Forró Tradicional; e Quadrilhas Juninas.

As inscrições para os Prêmios podem ser feitas unicamente por meio de preenchimento de formulário online, disponível AQUI, no site da SecultBA. Podem concorrer projetos de trabalhos artísticos ou culturais, das culturas populares e identitárias, que possam ser apresentadas virtualmente e/ou presencial, devendo ser observados todos os protocolos sanitários recomendados pela OMS - Organização Mundial da Saúde. O total de recursos disponíveis para os prêmios desta Chamada é de R$ 5.000.000,00 (cinco milhões de reais).

Programa Aldir Blanc Bahia – Criado para a efetivação das ações emergenciais de apoio ao setor cultural, o Programa Aldir Blanc Bahia (PABB) visa cumprir os incisos I e III da Lei Aldir Blanc (Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020) e suas regulamentações federal e estadual. As ações são a transferência da renda emergencial para os trabalhadores e trabalhadoras da cultura, e a realização de chamadas públicas e concessão de prêmios. O PABB tem execução pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, geridas por meio da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias; e as suas unidades vinculadas: Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundação Pedro Calmon, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural.

Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) é responsável pela execução, proteção e promoção das políticas públicas de valorização e fortalecimento das manifestações populares e de identidade, orientadas de acordo com o pensamento contemporâneo da Unesco e do Ministério da Cultura. Seu campo de atuação contempla a cultura do sertão, de matrizes africanas, ciganas e indígenas, LGBTQIA+, infância e idosos. Coordena a programação artística dos largos do Pelourinho e suas grandes festas populares.

Veja + Notícias/Geral